Fidelização de alunos: boas práticas para evitar a evasão escolar

Comunicação Escolar

O ano de 2020 foi um ano atípico, que pegou todos de surpresa. Em março, as escolas tiveram que dizer aos pais que as aulas a partir daquele momento seriam ministradas de forma remota, sendo esse o meio dos professores interagir com os alunos. Não houve tempo para planejamento ou aperfeiçoamento porque o importante era colocar para funcionar.

A pandemia ainda não acabou e o ano de 2021 será igualmente desafiador para as escolas, que agora podem operar no ensino híbrido. Nesse cenário, é importante que as escolas estejam atentas à retenção das famílias que já são parceiras.

O contexto da pandemia criou uma crise econômica, além da sanitária. Por isso, é preciso que a escola trabalhe para reforçar a fidelização desses pais em um momento de incertezas. É necessário ações de comunicação efetivas para mostrar o valor que o currículo escolar do seu colégio oferece para os alunos, mesmo com as aulas ocorrendo em um ambiente virtual.

O doutor em Educação, Ismael Rocha, que também atua como diretor acadêmico do Iteduc, organização pioneira na capacitação de professores de educação básica para o ensino on-line e híbrido, deu algumas dicas do que a escola deve levar em consideração para trabalhar a fidelização das famílias que já são parceiras da escola.


Valorização do professor

Ismael Rocha acredita que esse é o momento em que a escola precisa valorizar o seu professor. Afinal, é ele que cria o elo escola-família em momentos de aulas remotas. 

Os professores não estavam preparados para o ensino virtual, uma vez que foram treinados para o presencial. E muitos professores assumiram a responsabilidade sem qualquer tipo de preparo ou capacitação.

Antes da pandemia, a escola usava de sua infraestrutura para manter a fidelização das famílias. “Esses elementos traziam o aluno para dentro da escola e criavam a fidelização. Só que quando o ensino se torna remoto e híbrido, todos esses aspectos perdem importância e deixam de ser diferencial”, diz Rocha.

O que vai fidelizar as famílias, então? Justamente a presença do professor que saiba trabalhar no ambiente virtual e que tenha as técnicas necessárias. Esse aspecto reflete em uma comunidade escolar engajada, fortalecendo o vínculo entre os agentes dessa relação, possibilitando benefícios sociais, pedagógicos e acadêmicos.

Entrevistamos escolas que criaram iniciativas de sucesso para o fortalecimento da comunidade escolar. Clique aqui e confira o que elas têm feito.


Dificuldade econômica

A pandemia abriu a possibilidade de que os contratos de trabalho dos pais fossem revistos, com redução da renda familiar - o que pode afetar diretamente na evasão dos alunos. Para além de rever contratos e valores de mensalidades, Ismael Rocha alerta para a importância de mostrar o valor que a escola tem na vida da família.

“A renda caiu e a família começa a fazer comparações. O pai pensa: a escola A custa 10 dinheiros, mas será que o ambiente virtual consegue ser tão diferente de uma escola B que custa 5 dinheiros? E na escola pública? O que meu filho está recebendo de diferente? É algo que as famílias vão colocar na balança e vão fazer conta”, ressalta o especialista.

Nesse sentido, mais uma vez, a escola precisa mostrar seu valor e que está capacitada a proporcionar, no ensino remoto e híbrido, a mesma qualidade de aula que era oferecida no presencial.

Já para os pais que estão inadimplentes, a dica de Ismael é que a escola consiga dialogar para entender a situação da família.


“Quando a crise bate mais forte, as últimas coisas que a família abre mão são a escola e o plano de saúde. Na educação, o pai vai segurar ao máximo manter o filho numa escola melhor e ele se permite dever a mensalidade para isso. É momento da escola renegociar e estar aberta para essas situações, abrindo processos de negociação para manter o aluno na escola”, destaca.

Além disso, contar com o apoio de uma ferramenta, como o ClassApp, que facilita o pagamento e automatiza os lembretes e cobranças, têm contribuído para a diminuição da inadimplência nas escolas parceiras.

Cristina Almeida, mantenedora da escola Florescer, em Cataguases-MG, conta como o ClassPay - sistema de pagamentos do ClassApp - tem sido um aliado para diminuir o nível de inadimplência. De acordo com a gestora, a partir da sua ativação, a escola passou a oferecer a possibilidade dos responsáveis efetuarem pagamentos pelo cartão de crédito o que, diz "tem sido bastante elogiado pelos pais, diminuindo absurdamente os casos de inadimplência".


Sua escola também pode diminuir absurdamente os casos de inadimplência!
Clique aqui para conversar com nossas consultoras. 


Plataforma

A pandemia trouxe uma oportunidade da escola aprender o novo e sair do modelo do século 19, com aulas de 50 minutos, onde os alunos são colocados em carteiras, o professor entra, faz chamada e segue com a aula. A escola precisa viver o novo em toda sua dimensão.

A comunicação com os responsáveis também não pode ficar parada no tempo, restringindo-se a bilhetes em agendas, que não atendem a necessidade atual de uma comunicação ágil e instantânea. Afinal, para evitar a evasão escolar, é essencial que a família também esteja engajada com a vida escolar do aluno

Por isso, ter uma plataforma de comunicação especializada, como o ClassApp, faz toda a diferença no engajamento das famílias e consequentemente dos alunos. Confira aqui como o ClassApp tem feito a diferença na fidelização das famílias em escolas do ensino infantil.


A importância da escuta ativa

Mais do que nunca, é um momento de diálogo. Ter uma comunicação efetiva é essencial para manter as famílias parceiras. A escuta ativa precisa ser desenvolvida por todos nós e a escola precisa estar aberta a isso. Sendo assim, é preciso entender a leitura deles sobre esse momento.

As pesquisas de satisfação escolar são aliadas a esse processo e acabam sendo uma alternativa muito eficiente  para ouvir o que as famílias têm a dizer sobre a escola e o serviço oferecido, podendo ser essenciais na hora de tomar decisões assertivas para o futuro da instituição. Quer saber como as escolas realizam suas pesquisas de satisfação? Clique aqui e confira.

Com as ferramentas, enquetes  e formulários do ClassApp sua escola pode fazer pesquisas, preparar perguntas sobre a saúde, atualização de cadastro e muito mais. Eles ficam salvos para serem enviados com um único clique, permitindo com que o colégio colete informações com muito mais praticidade.

“As ferramentas virtuais são enormes e infinitas, abrindo possibilidade das pessoas falarem. O ambiente virtual permite essa interação, desde que estabelecida com uma técnica correta”, finalizou Ismael Rocha.


Leia também

ClassApp
ClassApp Disponível no Google PlayClassApp Disponível na App Store
Nosso FacebookNosso InstagramNosso YouTubeNosso WhatsApp
Confira um Case de Sucesso ClassApp
ClassApp Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados 2020. Rua Carlos Gomes, 1321 - 8º andar, sala 1 - Centro, CEP 13480-013, Limeira/SP