Pais participativos contribuem para o rendimento escolar dos alunos

Comunicação Escolar

A participação dos pais na vida dos filhos é fundamental para o desenvolvimento físico, emocional e cognitivo das crianças. E o resultado desse cuidado diário reflete até mesmo no processo de aprendizagem, uma vez que o rendimento escolar é melhor dos alunos cujas famílias acompanham de perto seus estudos.

“Os pais têm um papel fundamental no processo de aprendizado na vida escolar dos filhos, pois são eles os primeiros a impulsionarem os filhos para a vida desde o ventre da mãe. O papel dos pais não se resume somente em gerar vidas, mas também em continuar apresentando o mundo para os filhos de forma a prepará-los para as mais diversas dinâmicas que a vida nos oferece”, afirma a coach sistêmica Elaine Adrião, uma das fundadoras da Alavancar Reforço Escolar.

Entretanto, acompanhar a vida escolar dos filhos vai muito além de levá-los para a escola, cobrar a execução das tarefas e exigir estudar para as provas. “Acompanhar é se importar com o que o filho está aprendendo, conhecer os professores e as regras da escola, saber quais são seus amiguinhos de turma, reservar tempo para estudar junto com seu filho, entender como seu filho aprende melhor, ou seja, se é lendo, escrevendo ou ouvindo, entre outras formas de aprender”, pontua a professor Miguel Adriano Inácio, que também é fundador da Alavancar. 

Geralmente, quando se participa do dia a dia de estudos da criança, é possível até mesmo identificar quais as principais habilidades e dificuldades do filho, além do melhor horário para incentivá-lo a estudar. Todas as observações da família devem ser comunicadas para a instituição de ensino, visando buscar didáticas que possam ajudar o rendimento escolar desse aluno.


Parceria entre família e escola é fundamental para o rendimento escolar

Além de acompanhar as atividades escolares dos filhos em casa, a família deve buscar manter uma comunicação próxima e assertiva com a escola, pontuando as facilidades e dificuldades observadas na criança. Essa parceria é fundamental para melhorar questões relacionadas ao desenvolvimento escolar.

Sendo assim, é imprescindível que os pais participem de reuniões da escola, prestigiem os eventos e conversem com os professores sempre que notarem alguma dificuldade do filho ao realizar uma tarefa.

“Caso os pais não tenham condições de ajudar seus filhos naquela matéria ou conteúdo de forma específica, é muito importante pedir ajuda para profissionais o quanto antes e não deixar as dúvidas aumentarem, pois ela tendem a causar baixa autoestima, baixa autoconfiança e favorece a procrastinação do aluno, que passa a não se ver capaz de aprender”, ressalta o professor Miguel Adriano Inácio. Acontecimentos familiares que possam causar impactos emocionais na criança também devem ser comunicados à escola. 

Quer entender ainda mais sobre sobre os aplicativos de comunicação podem ajudar no relacionamento com responsáveis e melhorar o desempenho escolar de alunos? Aqui neste texto apresentamos 6 razões para investir em um aplicativo de comunicação escolar.

Leia também