5 regras para o grupo de WhatsApp da escola

Comunicação Escolar

Mais do que ser utilizado como uma ferramenta para conversar com amigos e familiares, o whatsapp ganhou também o universo escolar. Com o objetivo de manter uma rápida comunicação com a instituição de ensino, cada vez mais é comum pais e mães recorrerem ao aplicativo. Entretanto, estabelecer regras para o grupo de whatsapp da escola é fundamental. Afinal, seu gerenciamento pode não ser tão simples assim.


1- Criar um grupo sem troca de mensagens

Entre algumas alternativas, é possível que o administrador, seja o professor ou o gestor, crie um grupo sem chat, em que os participantes não conseguem enviar mensagens, sendo essa função restrita ao administrador. Assim, o objetivo é apenas encaminhar avisos e comunicados. Porém, isso não impede que os pais chamem o administrador no particular para sanar as dúvidas. É preciso considerar que essa prática pode demandar bastante, dependendo do volume de mensagens e/ou ligações recebidas.   

“Recebo quase diariamente educadores se queixando do uso de aplicativos de mensagens, principalmente no que se refere à saúde mental. Por compartilhar o número pessoal do professor ou gestor, os responsáveis acabam enviando mensagens sete dias por semana, o dia todo”, destaca a pedagoga Mariana Tombolato.


2- Ter regras claras

Caso a opção seja criar um chat aberto, em que o envio de mensagens é liberado a todos, vale ser explícito no pedido para que as regras do grupo de WhatsApp sejam seguidas. Estabeleça horários e dias em que são permitidos o envio das mensagens e informe quanto ao prazo em que serão enviadas as respostas.  

O coordenador pedagógico Willian Silva acredita que, se os princípios da educação estão evidentes no projeto político pedagógico da escola e, consequentemente, na prática dos educadores, o sentimento de pertencimento da comunidade escolar na construção das aprendizagens facilita o entendimento em relação ao bom uso dos grupos no WhatsApp. 

“A escola é um lugar de construção de aprendizagens e isso não está ligado somente às crianças, também temos o compromisso em formar nossa comunidade escolar. Nesse momento, entender como funciona um app de mensagens instantâneas para melhorar a comunicação entre escola e comunidade escolar é uma das primeiras aprendizagens após o início da pandemia”, completa.


3- Peça sigilo de dados pessoais

Para evitar inconvenientes, estabeleça um acordo entre as famílias de que os dados pessoais, tanto dos funcionários da escola quanto dos pais participantes, não devem ser indevidamente utilizados. Entretanto, como os números dos telefones ficam visíveis e de fácil acesso, é preciso contar com a boa vontade dos envolvidos.  

“Aplicativos de mensagens de texto como o popular Whatsapp ou seu concorrente Telegram podem facilitar a comunicação entre escola e família, porém há limitações e cuidados com dados sensíveis de privacidade que podem ser comprometidos, por exemplo, acesso a números de telefone confidenciais”, afirma a pedagoga Mariana Tombolato.


4- Não misture assuntos dentro de um mesmo canal de comunicação

Outra recomendação é manter canais diferentes para assuntos distintos, não misturando o teor das conversas dentro de um mesmo grupo. Apesar de ser mais difícil o gerenciamento de diversos canais de comunicação, é preciso pontuar quais temas serão abordados em cada um dos espaços virtuais. 

“Por ser comumente utilizado para comunicação de uso pessoal, é necessário que existam regras para uma boa comunicação e organização das mensagens. Vetar as mensagens de ‘bom dia’, links e assuntos externos ao grupo é essencial”, ressalta a pedagoga Mariana Tombolato. 

5- Acompanhe a taxa de leitura

Também é importante manter o hábito de acompanhar a taxa de leitura das mensagens enviadas. Em grupos, realizar essa ação manualmente é uma tarefa difícil. O WhatsApp Business possui um recurso que permite aos usuários acessarem um local no aplicativo que gera relatório de mensagens. As estatísticas mostram o número de mensagens enviadas, entregues e lidas pelos pais. 

Ainda neste contexto, organize um horário para realizar diariamente o backup e cópia de mensagens. A tarefa pode ser cansativa, mas é eficaz para evitar contratempos futuros. 

DICA EXTRA

Para gestores que buscam uma comunicação ágil, segura e prática com as famílias, o ClassApp é uma ótima opção. O aplicativo substitui as antigas agendas de papel e, ainda, possibilita manter um contato próximo com os pais, sem a necessidade de estabelecer regras e evitando desagrados. 

Assim como os gestores, professores e a secretaria podem enviar comunicados para as famílias, pais e mães também têm a liberdade de escrever para qualquer setor da escola, tornando as conversas mais fluidas e rápidas - além de serem estabelecidas sempre dentro do horário de funcionamento dos setores.

De maneira mais fácil, a instituição de ensino consegue gerenciar os avisos que foram lidos e aqueles que ainda estão aguardando visualização, aumentando a eficiência da comunicação escolar. 

E aí, que tal deixar as regras para o grupo de WhatsApp da escola de lado e aderir a uma agenda escolar digital para melhorar a comunicação com pais e responsáveis? Clique aqui e conheça nossas funcionalidades!

Leia também